PRS Caatinga encerra na Bahia ciclo de encontros com entidades apoiadas pelo projeto

Patrisia Ciancio | 1 de dezembro de 2021

Em breve, a adoção de Tecnologias de Baixo Carbono no semiárido iniciará a fase de plantio

A equipe do PRS Caatinga percorreu ao longo de 12 dias quatro estados brasileiros para realizar oficinas de trabalho com 20 associações e cooperativas de produtores rurais que irão implementar Tecnologias Agrícolas de Baixo Carbono (TecABC) no semiárido. Depois de passar por Piauí, Pernambuco e Alagoas, o Projeto chegou na cidade de Monte Santo, na Bahia. O encontro reuniu representantes das entidades apoiadas pelo PRS Caatinga que refinaram seus Planos de Trabalho. Participaram a Associação Comunitária Terra Sertaneja (Acoterra), a Associação Regional dos Grupos Solidários de Geração de Renda (Aresol) e a Cooperativa Ser do Sertão (Coopsertão)

A agenda também incluiu uma apresentação pública do Projeto no Centro Vocacional Tecnológico (CVT), que contou com a participação de autoridades públicas, representantes de instituições de educação, lideranças da sociedade civil, entre outros. De acordo com Adilson Mota, secretário de Agricultura, Meio Ambiente e Recursos Hídricos de Monte Santo, a proposta do PRS Caatinga vai fortalecer as boas práticas de preservação que os agricultores rurais já promovem em suas terras, entre elas, o fundo de pasto, que é uma solução comunitária de utilização da a terra, sobretudo para o pastoreio extensivo de animais.

“Poder estar em contato com as entidades, com os assistentes técnicos, está sendo uma excelente oportunidade para falarmos a mesma língua”, disse a Coordenadora Científica do PRS Caatinga, Renata Barreto. Já o gerente de projeto Adriano Leitão enfatizou que os encontros foram muito produtivos. “A gente sai daqui confiante, que apesar do desafio de realizar a parte prática do projeto em um ano, chegaremos às nossas metas, que são reduzir os gases de efeito estufa, combater a pobreza e aumentar a renda do agricultor”, concluiu.

 

Confira a matéria na íntegra: