PRS Caatinga e Piauiflora reúnem cem produtores e criam a primeira cooperativa de mel de Vera Mendes

Patrisia Ciancio | 27 de outubro de 2022

Maior diferencial da nova organização é conciliar produção com a conservação ambiental por meio das TecABC

Com previsão de ser inaugurada em novembro de 2022, a Cooperativa dos Pequenos Produtores de Mel de Vera Mendes (COOPVM) é a primeira do município piauiense, resultado da parceria entre o PRS Caatinga e a Piauiflora – a Associação de Reposição Florestal do Estado do Piauí. A nova cooperativa busca incrementar a produção local e gerar renda para cem produtores associados. A expectativa é de que o grupo tenha a capacidade de produzir mensalmente 17 mil litros de mel, gerando um faturamento de R$ 80 mil por mês. Os números representam o cumprimento da meta do PRS Caatinga de aumentar em 15% a renda de agricultores familiares.

O maior diferencial da primeira cooperativa de mel de Vera Mendes será conciliar a produção de alimentos com a conservação do meio ambiente, tendo como base a adoção de Tecnologias Agrícolas de Baixo Carbono (TecABC).

– A nossa parceria com o PRS Caatinga contempla um leque de atividades voltadas para tecnologia de baixa emissão de carbono, entre as quais podemos destacar a Recuperação de Àreas Degradadas – RAD e a Integração Lavoura – Pecuária – Floresta – ILPF. Trabalhamos também a apicultura como uma fonte de sustentabilidade econômica, mas com respeito à natureza. As TecABC são muito importantes e estão presentes em todas as Unidades Demonstrativas e Unidades Multiplicadoras, com foco no melhoramento da apicultura -, enfatizou Oton Soares, coordenador técnico da Piauiflora. 

 

Estruturação inclui assessoria técnica qualificada e infraestrutura

Duzentas caixas apícolas fortalecem a produção de mel em Vera Mendes

A criação de uma cooperativa é considerada a estratégia mais eficiente para organizar a produção de pequenos agricultores familiares, evitando a venda para intermediários e agregando valor a produtos que têm grande demanda  internacional por atender a uma série de exigências como alto padrão de qualidade, ser orgânico e certificado. Como forma de fortalecer a produção e comercialização de mel, o processo de criação da cooperativa incluiu a capacitação dos agricultores com dias de campo e treinamentos com apoio da Universidade Federal do Piauí. Além disso, os associados contam com assessoria técnica qualificada em TecABC para o enriquecimento da Caatinga com mudas nativas nas áreas de reserva legal. Houve ainda a entrega de 200 caixas de abelhas aos associados. 

– A criação da cooperativa em Vera Mendes é o maior destaque da nossa parceria, pelo fato da união que ela traz entre os beneficiados pelo Projeto, levando os agricultores a trabalhar em parceria, principalmente na venda do produto final, o mel por eles produzido. Nesse contexto, as principais metas da Piauiflora visam estruturar e fortalecer o Arranjo Produtivo Local da apicultura, por meio da implantação de sistemas produtivos agroflorestais regenerativos de baixo carbono que melhorem a pastagem apícola, oferecem forragem para os pequenos criatórios e melhorem a conservação das áreas de reserva legal -, disse o especialista.   

 

Mudas que salvam

Agricultor familiar João de Deus, de Formosa


O agricultor familiar João de Deus, morador de Formosa, destaca a importância dessa iniciativa na recuperação da pastagem apícola, que é a base para a produção de mel. 

“O Projeto é muito bom para nós, pequenos produtores. No nosso município temos uma perda muito grande das nossas abelhas, por falta da florada, de junho até o final de dezembro a perda é muito grande. Eu creio, se Deus quiser, que vamos ter o apoio e receber essas mudas para que a gente possa sustentar nossos criatórios de abelha durante o verão”, ressaltou.