Casa da Agricultura de Baixo Carbono é inaugurada por entidades parceiras do PRS Caatinga em Alagoas

Patrícia Lyra | 3 de março de 2022

O espaço foi concebido para ser ponto de encontro, capacitação e assistência técnica para agricultores familiares

Foi inaugurada no dia 24 de fevereiro a Casa da Agricultura de Baixo Carbono, na cidade de Batalha, em Alagoas. O espaço foi criado por quatro organizações alagoanas parceiras do Projeto Rural Sustentável Caatinga, para executar ações que envolvam Tecnologias Agrícolas de Baixo Carbono (TecABC), realizando atividades de formação e atendimento a produtores e produtoras que começam a adotar as TecABC e o manejo sustentável do solo.

A iniciativa de somar forças e expertise para fortalecer Arranjos Produtivos Locais (APLs) da região de Batalha reúne o Fundo Nacional de Permanência na Terra (FUNPET), o Instituto Irmã Dorothy (IRDA), o Instituto Terraviva e o Serviço de Tecnologia Alternativa (SERTA) – todas entidades executoras do PRS Caatinga. Em conjunto, as entidades atendem sete municípios prioritários: Batalha, Belo Monte, Jacaré dos Homens, Jaramataia, Major Isidoro, Monteirópolis e Olivença.

Adriano Ferreira. do FUNPET

Segundo o coordenador do Funpet, Adriano Ferreira, o trabalho realizado na região é individualizado por entidade, mas coletivo enquanto território. “Quando construímos as propostas para o PRS Caatinga, pensamos no conjunto do território. Todos nós compartilhamos o objetivo de implementar as TecABC junto aos produtores. Temos em comum o propósito de agregar valor ao trabalho das famílias agrícolas fortalecendo, através da assistência técnica e da aquisição de bens coletivos, sua capacidade de beneficiar produtos, sua comercialização e, ainda, acessar crédito. Então cada entidade trabalha dentro de suas peculiaridades e metas, mas em conjunto pela região. A Casa da Agricultura é um ponto de convergência. Em breve, teremos também uma loja para comercializar os produtos de todos”, informou Adriano.

 

 

 

Lançamento mobiliza 30 cooperativas na região

A inauguração da Casa da Agricultura de Baixo Carbono foi bastante prestigiada. Além da presença do Secretário de Estado da Agricultura, Pecuária, Pesca e Aquicultura (Seagri-AL), Maykon Beltrão, o evento recebeu cerca de 100 participantes da 1ª Plenária de 2022 da União Nacional das Cooperativas da Agricultura Familiar e Economia Solidária (Unicafes), com a representação de mais de 30 cooperativas, além de produtores e produtoras rurais, sindicatos e autoridades de vários municípios da região.

Segundo o técnico agrícola da IRDA, José Roberto de Souza, a Casa da Agricultura de Baixo Carbono é um ganho para a comunidade rural de Batalha. “Essa iniciativa que estamos executando, junto com o PRS Caatinga, é pioneira e tem gerado grande interesse e expectativa positiva. Por onde a gente passa os agricultores, e também os jovens, querem aprender mais sobre essas novas tecnologias”.